A tradição asiática de comida de rua

Na série documental ‘Street Food’ cozinheiras e cozinheiros fazem espetáculos nas calçadas. Por Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

Netflix/Street Food Asia
SFJapao02 Japão: em Osaka, ‘a cozinha do Japão’ e lugar de ‘comer até cair’, o alegre chef Toyo prepara especialidades, como esta bochecha de atum grelhada. Foto: Netflix

Inserida há pouco tempo no cardápio da Netflix, a série documental Street Food apresenta o lado popular da gastronomia. Em vez de restaurantes sofisticados com pratos caros e vinhos fora de série, os teatros de operação dos cozinheiros são calçadas esfumaçadas ou pequenos estabelecimentos em zonas populares. As opções vão de pratos fumegantes a frutos do mar minimalistas.

Street Food tem a assinatura dos mesmos criadores de Chef’s Table, também da Netflix, mas a receita é diferente. A série é uma road trip pela Ásia, um continente que cultua a comida de rua. Em busca de pérolas culinárias, os produtores passaram por Bangcoc (Tailândia), Osaka (Japão), Déli (Índia), Yogyakarta (Indonésia), Chiayi (Taiwan), Seul (Coreia do Sul), Ho Chi Min (Vietnã), Singapura e Cebu (Filipinas). Em todos esses lugares, a comida de rua é uma tradição que passa de pai de filho.

 

 

Logo no primeiro episódio, conhecemos a chef Jay Fai em seu pequeno restaurante encravado em rua caótica de Bangcoc. Na entrada, uma placa avisa: “O tempo de espera não é garantido. Desculpe”. Quem passa por ali nem imagina que o estabelecimento entrou no Guia Michelin e que sua dona é uma das chefs mais premiadas da Ásia. “Ninguém vem aqui pelo ambiente”, reconhece Jay Fai.

Seu prato de trabalho é uma receita de família que cruzou gerações: o tom yum. Trata-se de uma belíssima sopa com camarões suculentos e ervas frescas. O tempero é uma mistura de picante, salgado e azedo. Outra especialidade da casa é uma omelete de caranguejo. Tudo preparado na rua e em frente a um salão apertado que fica apinhado de gente. No mesmo episódio de estreia, conhecemos na capital tailandesa o cozinheiro Khun Sumeth, que apresenta uma massa de ovos feita à mão com patas de caranguejo. Um espetáculo.

Em seguida, a série se move para outra região da cidade onde somos apresentados ao “mais famoso especialista em curry de toda a Ásia”: Jek Pui. Há 70 anos no mesmo lugar, o chefe oferece receitas de família com curry e curry verde. Protagonista, o ingrediente surge junto de almôndegas e preparos de porco ou de galinha. Tudo com muito alho e pimenta. O cheiro do prato faz com que se forme diariamente uma fila enorme. Os clientes comem de pé. Já em Osaka, no Japão, uma das pedidas é um prato frio: sashimi de peixes da estação cortados delicadamente, ovas, sushis e patas de caranguejo, um clássico asiático.

Impossível não sair faminto depois de cada capítulo de Street Food.

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre