Ceviche de Tilápia

Como entrada ou prato principal, no verão um suculento ceviche é uma excelente opção para uma refeição leve, nutritiva e de muito frescor.

O famoso geógrafo peruano Javier Pulgar Vidal acredita que a raiz da palavra ceviche está no idioma Quíchua – “siwichi”, que significa peixe fresco. Outros, por sua vez, afirmam que a origem pode ser a palavra “cebo”, que quer dizer isca, cortes pequenos de peixe. Outra versão, mais “clássica”, seria do latim “cebo” que significava “comida abundante”.

É um prato da culinária peruana, preparado a base de peixe cru, marinado em suco de limão ou lima. O essencial é que o pescado seja branco, magro, sem partes vermelhas e que tenha a carne bem firme. Frutos do mar, como camarão, lagosta, polvo e lula podem ser usados também, em diferentes receitas, como ingredientes secundários.
Um importante ingrediente da preparação do ceviche é o “leche de tigre”, suco que surge do peixe marinando no limão com os outros componentes. O nome “leite” se deve à sua cor branca e o “tigre”, acredita-se, pelo fato desse suco ser usado, no Peru, para curar ressacas e devolver a energia.

Há outros ingredientes quase obrigatórios, pelo menos no Peru, onde tem status de prato nacional, como a pimenta piri piri e, claro, cebola fresca. Aqui no Brasil não temos muito o hábito de usarmos algas no ceviche, mas em seu país de origem é costume, além das algas, milho verde e também acompanhada de batata-doce cozida, para dar um pouco mais de sustança. Salsinha e coentro são condimentos quase onipresentes. Milho cozido é também outro acompanhamento bastante popular.

Optamos pro uma versão de ceviche de tilápia, um peixe de carne branca, firme e delicada, cada vez mais apreciada e consumida. Ao contrário de outros pescados de água doce, a tilápia, quando criada em condições adequadas, não apresenta nenhum traço de gosto de barro.
Experimentamos dois vinhos do Cube Paladar com o ceviche de Tilápia. Para fazer frente à opulência de sabores, coentro, pimenta e limão, o vinho não pode ser muito pálido. Elegemos um cremoso espumante francês e um carnudo chardonnay chileno. Confira o caso.

RECEITA
Ceviche de Tilápia
(Você pode usar outro pescado branco, como pescada amarela, corvina ou bicuda, desde que tenha a carne branca e firme)
Rendimento: 2 porções
INGREDIENTES
500 g de filé de tilápia em tiras
Suco de 2 limões
1 cebola roxa média e finamente fatiada
2 – 3 colheres (sopa) de coentro picado
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes em cubos
Sal e a gosto
Milho cozido (opcional)
4 colheres (sopa) de azeite

PREPARO
1 – Em uma vasilha, misture o suco dos limões, a cebola, o coentro, a pimenta, o sal e o azeite. 2 – Adicione o peixe e misture. 3 – Cubra e leve à geladeira por 30-45 minutos, dando uma ou duas mexidas no meio do tempo. 4 – Distribua o ceviche em cumbucas de vidro ou cerâmica, decore com uma ou duas pimentas biquinho, um raminho de salsa e uma fatia de limão. Sirva acompanhado de torradas.

BOX VINHO 1
André Delorme Crémant de Bourgogne Brut (R$120)
PAÍS: França
REGIÃO: Borgonha
UVAS: Pinot Noir, Chardonnay, Gamay e Aligoté
ÁLCOOL: 12%
PRODUTOR: André Delorme
Um espumante francês de deliciosa cremosidade, acidez e frescor. Aromas de frutas brancas e notas cítricas. No paladar, repete-se seu caráter frutado, cítrico, com deliciosa acidez e borbulhas finas. Harmonizou muito bem com o ceviche, combinando com as ervas frescas e os condimentos. É ótimo também para acompanhar mexilhões ao vapor, saladas, snakcs variados, embutidos e vegetais salteados. Delicioso também para ser bebido sem o acompanhamento de comida.

BOX VINHO 2
Morande Gran Reserva Chardonnay 2014 (R$170)
PAÍS: Chile
REGIÃO: Valle de Casablanca
UVA: 100% Chardonnay
ÁLCOOL: 14%
PRODUTOR: Viña Morandé
Um chardonnay intenso, com aromas de lima-da-pérsia e uma nuance de flores brancas. Na boca, é frutado, com delicadas notas de ervas frescas, textura cremosa, acidez viva e boa persistência. Perfeito com o exuberante ceviche de tilápia, acompanha uma infinidade de pratos, como saladas, pescados brancos grelhados, de forno e cozidos, polvo a lagareiro, queijos de média maturação, bacalhau a Gomes de Sá, sanduíches de pastrami e embutidos.
Frase rodapé
Os vinhos recomendados para acompanhar o ceviche estão disponíveis em www.clubepaladar.com.br

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados