Coxinha de Pato

As coxinhas, nas suas mais variadas apresentações, estão entre os quitutes mais apreciados pelo paulistano

De frango, com ou sem catupiry, mais crocante ou mais macia, seja qual for o recheio, uma coxinha bem feita não dá para deixar passar

Já comentamos aqui, em uma edição anterior, a respeito da paixão que o paulistano tem por salgados e quitutes fritos, especialmente as coxinhas. Quem resiste a uma coxinha frita na hora, sequinha, quente e derretendo na boca? Este que vos escreve é fã delas, assim como dos quibes e salgados assados, como as esfirras, empanadas e salteñas, em suas diferentes versões e recheios.

Onde quer que haja uma coxinha de boa aparência, lá estarei eu, de boa vontade, para experimentá-la. Essa busca já me levou às mais variadas e exóticas versões: desde as mais tradicionais, feitas com massa de batata e farinha de trigo, recheadas de peito de frango desfiado, a de sobrecoxa, de sabor mais marcante e recheio mais úmido, com ou sem catupiry, com açafrão na massa ou no recheio, de massa cremosa de mandioca e carne seca desfiada, de massa de mandioquinha e recheio de escarola, pernil temperado, de presunto com queijo, de bacon, de cogumelos com cebola caramelizada e de carne moída. Experimentei, ainda, outras versões curiosas, com recheios de queijo branco, Emmental, vegetariana, quatro queijos, de palmito e de camarão, de cordeiro, costela no bafo e de siri. Quando o assunto é coxinha, parece não haver limites para a imaginação.

Recentemente, fui apresentado a uma versão que eu ainda não conhecia, e que achei deliciosa e sem invencionices mirabolantes: a coxinha de pato desfiado. De tamanho pequeno, como devem ser, e servidas em porções de seis unidades, elas podem ser apreciadas no Bona, um restaurante e casa de shows musicais, localizada no bairro paulistano de Pinheiros. Sempre feitas na hora, elas chegam à mesa quentíssimas, derretendo. “Nos horários de maior movimento e aos sábados, mal damos conta de tantos pedidos”, diz Manuela Fagundes, musicista e proprietária do Bona.

RESTAURANTE BONA
Rua Álvaro Anes 43, Pinheiros, São Paulo, SP, (11) 3812-8400

Outros lugares para comer boas coxinhas em São Paulo

Zé Gordo
Rua Clodomiro Amazonas, 321, Itaim Bibi, (11) 3168-1826

Z Carniceria
Av. Brig. Faria Lima, 724, Pinheiros, (11) 2936-0934

Praça Cheese
Rua Álvaro Anes, 25, Pinheiros, (11) 3032-3043

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados