6 dicas para começar a apreciar vinhos

Apreciar vinhos não precisa ser uma tarefa profissional: aprendendo um pouco mais sobre a bebida você já pode desbravar esse caminho

Apreciar vinhos
Apreciar vinhos

Apreciar vinhos não precisa ser uma atividade complicada, que só enólogos, sommeliers e outros profissionais muito experientes são capazes de fazer. Com algumas dicas, você pode aprender a apreciar um bom vinho com seus amigos e sua família, dentro de suas possibilidades.

 

1. Não julgue um vinho pelo preço

Quem quer começar a apreciar vinhos muitas vezes acredita que a melhor bebida será a mais cara, mas isso não é verdade: cada um tem seus próprios gostos e você nem sempre vai gostar das garrafas mais dispendiosas. Por isso, não precisa começar pela opção mais cara da loja.

 

2. Estude, leia, pesquise

Aprender a apreciar vinhos não é algo que acontece apenas provando a bebida. Pesquisar, ler e conversar com quem entende também ajuda a compreender os tipos de vinho, as cores, os aromas e todos os detalhes que tornam essa bebida tão fascinante. Você não precisa se tornar um grande sommelier: basta entender e apreciar como essa bebida é feita e como deve ser degustada.

 

3. Peça recomendações

Comprar um vinho de qualidade pode ser um mistério para quem nunca fez isso, porém basta pedir a indicação de um atendente em qualquer loja especializada para com certeza receber boas dicas. Buscar recomendações entre os rótulos mais vendidos de um site, por exemplo, também pode ser uma boa ideia.

Além disso, para que as degustações não pesem no bolso, você pode formar um grupo com alguns amigos, com todos comprando vinhos diferentes e experimentando juntos.

 

4. Respeite a temperatura ideal

A temperatura em que um vinho é servido influencia muito na percepção que temos dele. Além disso, a temperatura ambiente pode ser muito diferente: pense no tempo em uma cidade nordestina no verão e em uma cidade sulista no inverno.

Se o vinho está muito quente, o álcool se sobressai e fica difícil apreciar a bebida; já o frio em excesso pode fazer com que ela perca algumas características. Pesquise com antecedência a temperatura certa para servir o rótulo escolhido.

 

5. Utilize taças adequadas

Para cada tipo de vinho há uma taça ideal, com tamanho e formato certos para despertar as melhores características de cada bebida. Qualquer que seja a taça usada, não a preencha até a borda, pois isso impede a oxigenação da bebida, faz com que o vinho esquente e dificulta a percepção de algumas de suas características.

 

6. Aprenda a harmonizar

O sabor do prato que acompanha o vinho pode influenciar muito o sabor da bebida. Por isso, aprender regras básicas de harmonização pode ajudá-lo a aproveitar melhor tanto o vinho quanto a comida. Mas não se prenda às regras o tempo todo, afinal, ousar, experimentar e descobrir seus sabores preferidos deve que ser uma atividade prazerosa.

Aprender a apreciar vinhos é uma jornada fascinante, divertida e cheia de sabores encantadores. Aproveite e comece agora, é só clicar aqui!

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados