Domaine Comte Senard

Visitar a Borgonha está praticamente nos sonhos e planos de todo enófilo, inclusive no meu, e, por esse motivo, fui, pela segunda vez, visitar a região

A Borgonha fica no centro-leste da França, numa estreita faixa com 50 km de comprimento, no sentido norte-sul. Ali são produzidos brancos e tintos absolutamente únicos. Os vinhedos da Borgonha pertenciam aos monges beneditinos, que depois da revolução francesa, viram suas terras serem fracionadas. Por isso, até hoje esta região é dividida em milhares de pequenas propriedades, agrupadas em aldeias, que dão nome às sub-regiões.

Essa multiplicação de propriedades resulta em uma imensa diversidade de vinhos com as mais variadas qualidades. Podemos encontrar, por exemplo, vinhedos denominados Grand Cru, do mais alto nível, lado a lado com outros muito mais simples, chamados Villages.

Na parte central da Borgonha são plantadas apenas as variedades Chardonnay para os vinhos brancos e Pinot Noir, para os tintos. Em minha segunda visita à região, cheguei na época da colheita e tive a oportunidade de experimentar as uvas maduras que, durante minhas visitas às adegas, chegavam dos vinhedos.

Desta segunda vez, fui presenteado por uma bela vista. Um incrível arco-íris, no fim de um dia chuvoso, tingiu de cores os vinhedos de Corton. Aloxe Corton é uma das aldeias célebres na rota de vinhos da Borgonha, que por sua vez liga Dijon a Beaune. Nessa região encontramos campos cobertos de vinhedos, graciosos vilarejos e comidas de magnífica qualidade, oferecidas em charmosos restaurantes. É ali também que está localizada a região de Vosne Romanée, terra do mítico Romanée Conti, um dos vinhos mais caros do mundo!

Dentre as vinícolas que visitei, escolhi a Domaine Comte Senard, na região de Aloxe-Corton, justamente por produzir tintos e brancos de alta qualidade. Parte dos solos da vinícola é altamente favorável à produção de bons brancos. Entre eles, podemos destacar o Corton Charlemagne Gran Cru com sua bela cor dourada e mineralidade única. Prová-lo na vinícola histórica onde é produzido, com a sua elegância, finesse e potência, foi uma experiência extraordinária.

A Comte Senard também é renomada por sua produção de vinhos tintos Grand Cru. Tive o privilégio de provar também o Corton Les Paulands Grand Cru, um tinto bem estruturado, aveludado e com toque de dulçor. Uma verdadeira maravilha.


Nesta propriedade existe uma interessante adega, datada do século 18 e construída por monges beneditinos da L’abbaye de Sainte-Marguerite. Conta a história que, no período após a revolução francesa, as vinhas ficaram abandonadas, até que os novos proprietários as ocupassem. Com isso, a adega ficou soterrada e depois foi encontrada, por acaso, por um jardineiro que cuidava do local. Quando finalmente a abriram, se depararam com as barricas cheias de vinhos preciosos que resistiram ao tempo. Tal como um tesouro enterrado no fundo do quintal.

 

1 Rue des Chaumes, 21420 Aloxe-Corton, França
+33 3 80 26 41 65
www.domainesenard.com

Texto: Alberto Andalo

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados