Introdução ao rum: conheça variedades da bebida

Derivado da cana-de-açúcar e com alta porcentagem de álcool, o rum pode ser encontrado em diversas versões no mercado

tipos de rum

Poucas bebidas são feitas para o verão como o rum. Criado em países tropicais, ele absorve em sua essência o calor das praias e o aroma natural herdado de sua história. E tudo isso tem um motivo: produzida em mais de 80 países, a bebida é derivada da cana-de-açúcar, por isso é facilmente encontrada em países como Jamaica, Cuba e Barbados. A cana-de-açúcar, inclusive, é a responsável pelo sabor doce do rum.

Existem diversos processos de fermentação e destilação do rum, porém a produção, em suma, passa pela remoção do excesso de água da cana, gerando o caldo que é utilizado para uma posterior fermentação alcoólica. Outra opção é a cana fervida até gerar um melaço, que é utilizado para fazer diversos tipos de rum.

A bebida também pode passar por processos de envelhecimento na busca por maturação e absorção de novos sabores, até por isso é encontrada em grandes variedades para apreciação em diferentes paladares.

Nós separamos quatro versões dessa bebida para introduzi-lo no mundo do rum.

Rum branco

(Fonte: Pixabay)

Essa é uma das variedades que tem por característica não passar por um longo processo de envelhecimento. Mais barato e fácil de fazer, o rum branco matura por mais ou menos 1 ano antes de ser filtrado para remover a coloração. É a versão mais utilizada para drinks como cuba libre, daiquiri, mojito e piña colada, perfeito para o uso em coquetéis, já que, por não ter um sabor tão forte, não rouba a atenção. Pode ser facilmente encontrado nos mercados e com preços acessíveis.

Rum ouro

(Fonte: Pxhere)

Por se tratar de uma bebida um pouco mais complexa que o rum branco, a variação ouro apresenta um sabor mais marcante, mas ainda não se compara com versões que passam por maior tempo de envelhecimento. Dependendo do barril em que é armazenado, o rum ouro pode adquirir sabores de baunilha, caramelo, coco ou cítrico. É utilizado em drinks que necessitam de um gosto mais forte, porém não tão marcante, e é habitualmente utilizado em receitas de bolo e outras sobremesas.

Seu nome vem da coloração dourada adquirida com o envelhecimento. Comparado com opções mais complexas, também tem um preço acessível no mercado.

Rum black

(Fonte: Pxhere)

Black é o nome dado para versões mais ricas em sabor e com um líquido mais encorpado. Após envelhecer em barris de carvalho por diversos anos, esse rum incorpora muito da essência tropical em seu sabor. Produzido com melaço, líquido escuro e grosso derivado do processo de manufatura dos cristais de açúcar da cana, geralmente tem seus barris expostos ao fogo, o que traz um sabor amadeirado e é responsável pela coloração característica da bebida.

Rum agrícola

(Fonte: Pxhere)

Essa categoria tem como diferencial usar o caldo de cana puro para a fabricação ao invés do melaço, portanto a região em que a cana-de-açúcar é plantada faz muita diferença no sabor final. O rum agrícola pode ter diversas colorações, dependendo do tempo de envelhecimento, mas incorpora um sabor vegetal forte que pode ser sentido no paladar. Sua produção é principalmente feita no território francês do Caribe. Seu sabor é muito mais marcante do que a bebida feita a partir de melaço.

 

Autoria: Pedro Paulo Corrêa de Freitas.

Veja mais sobre

Posts relacionados