Itália e Croácia: a viagem de carro perfeita

Dirigir entre esses dois países, partindo de Milão, é um deleite para quem gosta de dirigir. E os especialistas em vinho lembram que a Croácia, que produz brancos ‘intrigantes’, é o berço da uva tinta Primitivo/Zinfandel. Por Rafaela Borges, para o Jornal do Carro

O oeste da Itália e a Croácia ficam separados pelo Adriático. O belíssimo mar é uma parte ainda mais esverdeada e cristalina do Mediterrâneo. Foto: iStock

Para quem quer conhecer a Croácia, juntar com a Grécia costuma ser uma escolha óbvia – sobretudo entre os que querem focar no litoral. Ibiza e Saint Tropez, idem. Mas tudo isso requer trecho aéreo. Se o desejo é fazer uma viagem de carro, considere chegar pela Itália. Nem todos se dão conta da proximidade entre os dois países à margem do cristalino Adriático. Na combinação, também vale parar na Eslovênia e, se houver tempo, ir até Montenegro, um destino da moda.

Na foto, vista aérea de uma ilha croata. Foto: Pixabay

 

***

Dois dos mais interessantes países produtores de vinho hoje são a Eslovênia e, em especial, a Croácia, que faz intrigantes vinhos brancos de uvas Malvazija [Malvasia]. Aliás, a Croácia é a terra natal da uva que os californianos conhecem como Zinfandel – e os naturais da Puglia, como Primitivo”
Jancis Robinson, no livro Expert em Vinhos em 24 horas (ed. Planeta)

***

ITÁLIA

 

1. MILÃO

Para quem quer voar direto à Europa, o destino inicial ideal é Milão. A capital da Lombardia pode até ser vista em dois dias. A cidade é mais cosmopolita do que histórica, mas quem tem interesse em moda, design, gastronomia e vida noturna vai querer ficar mais. Milão é referência italiana (e mundial) para esses assuntos. Clique nas imagens para aumentar e ver detalhes.

 

 

2. VERONA, VENEZA E TRIESTE

De Milão, dirija até o Vêneto, com suas cidadezinhas charmosas: 160 quilômetros separam a capital da Lombardia de Verona. Até Veneza, são mais 115 quilômetros. Se preferir dirigir menos, dá para pegar uma conexão aérea de Milão até o aeroporto de Veneza ou fazer essa parte da viagem de trem. Em Veneza, continue de carro para a Eslovênia – no caminho, pare na histórica Trieste. Clique nas imagens para aumentar e ver detalhes.

 

 

 

ESLOVÊNIA

3. PIRAN E PORTOROZ

A caminho da Croácia pela Eslovênia, você vai passar pelos dois destinos litorâneos mais famosos do país: Piran e Portoroz.

 

A partir de Trieste, são 40 quilômetros para chegar em Piran (acima). Em seguida, você já estará na Croácia. Foto: Pixabay

 

 

CROÁCIA

4. ROVINJ, PULA, ZAGREB

A partir de Piran e Portoroz, você começará a percorrer o litoral da Croácia, de tom esverdeado contrastante e cristalino. A viagem de carro segue por cerca de 80 km até Rovinj, uma das principais cidades da península Istria. Essa região de forte influência italiana fica na divisa com o país, integrou o Império Romano e era parte da Itália até a Segunda Guerra Mundial. A maior cidade de Istria é Pula, cerca de 20 quilômetros à frente. Destino pouco conhecido dos brasileiros, Pula começa a ficar cada vez mais popular na Europa. A partir de Ístria, há duas opções. Dá para seguir pelo interior em direção à capital, Zagreb, a 250 quilômetros; ou continuar pelo litoral, margeando o Adriático para desvendar belas praias e cidades de forte herança medieval. Clique nas imagens para aumentar e ver detalhes.

 

 

5. PAG E ZADAR

Antes de chegar aos destinos mais badalados da Croácia, vale parar em Pag (241 quilômetros em trajeto que inclui balsa, ou 400 quilômetros por rodovia). Em Zadar, 50 quilômetros à frente, dá para ouvir o chamado sea organ [órgão marinho]. Trata-se de uma grande construção à beira-mar feita para produzir som quando as ondas se chocam contra os degraus de mármore.

 

 

6. SPLIT, HVAR, DUBROVNIK

Dali, serão mais 160 quilômetros até Split. Destino conhecido da Croácia, tem em seu porto o ponto de partida para diversos programas imperdíveis, como a gruta, a lagoa azul e, principalmente, a mais desejada ilha do país, Hvar. Não dá, porém, para fazer bate e volta de Split a Hvar. Vale ficar na ilha por alguns dias. Para quem não quer saber de balsas e catamarãs, e pretende se manter firme na viagem de carro, Trogir pode ser boa opção. A cidadezinha de 10 mil habitantes tem um centro de arquitetura medieval, que é patrimônio histórico da Unesco. Dubrovnik é outro patrimônio da Unesco. A cidade medieval murada, que emprestou vários de seus cenários para a série Game of Thrones, está a 250 quilômetros de Split.

 

 

MONTENEGRO

7. BUDVA, KOTOR

Por fim, se você tiver tempo, a fronteira com Montenegro fica logo ali. Budva, praia mais badalada do país, estará a menos de 100 quilômetros e fechará com chave de ouro sua viagem de carro por esses paraísos.

Dentre as cidades muradas à beira-mar em Montenegro, uma das mais bonitas é Kotor, a 23 quilômetros de Budva. Foto: iStock
Dentre as cidades muradas à beira-mar em Montenegro, uma das mais bonitas é Kotor, a 23 quilômetros de Budva. Foto: iStock

 

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados