Oshizushi de Salmão Selvagem do Alasca

Confira a incrível receita de Oshizushi de Salmão, do chef Marcel Sasaaki, do Dô Restaurante.

Oshizushi de Salmão

Levado para outros continentes, o salmão se adaptou surpreendentemente bem e passou a ser criado em larga escala em fazendas aquáticas. Antes um pescado nobre e caro, a criação fez seu preço cair e o tornou mais acessível. Pertence à família dos salmonídeos, assim como seu primo direto, a truta.

Pesquisas sugerem muitos benefícios à saúde, da melhora cognitiva e até da memória, atribuída ao ácido graxo Ômega- 3, presente na carne do pescado.

Um dos pescados mais consumidos no mundo, o salmão do Atlântico é originário dos rios e mares europeus. Confira esta receita incrível do chef Marcel Sasaaki, do Dô Restaurante.

Rendimento: 4 porções

Ingredientes
• 240 g de arroz de sushi temperado
• 240 g de salmão selvagem do Alasca (Sockeye)
• 1 e ½ colher (sopa) de gergelim branco e preto torrado
• 40 g de ovas de peixe voador (tobikô)
• 25 g de ovas de capelin (massagô)
• 5 g de ovas de salmão (ikurá)
• 2 pedaços de cebolete
• 1 limão siciliano
• Sal marino moído ou flor de sal em flocos
• Molho dashi

Preparo
1. Num bowl, coloque o arroz do sushi temperado, as ovas de capelin e o gergelim torrado e misture, deixando o arroz bem colorido. Reserve.
2. Pique o salmão em cubos e reserve na geladeira. Lave as ceboletes, seque-as e reserve.
3. Pegue um aro de pâtisserie e espalhe com uma colher, de modo uniforme, o arroz temperado, fazendo a base do oshizushi. Pressione o arroz no fundo, para ele não se desmanchar na hora da aplicação do molho.
4. Coloque o salmão em cima do arroz, espalhando uniformemente, e pressione um pouco mais suavemente.
5. Por cima, distribua as ovas de peixe voador, cobrindo o salmão, e pressione levemente para não estourar as ovas.
6. Retire o aro com cuidado, para manter o formato, e coloque o oshizushi ao centro do prato fundo. Adicione as ovas de salmão ao centro do oshizushi e as ceboletes por cima. Raspe o limão siciliano e adicione o sal a gosto. Para finalizar, adicione o molho dashi por cima, fazendo com que o mesmo tenha o mínimo de contato com o arroz. Sirva imediatamente.

Harmonização: Fritz Haag: Aroma intenso e vívido, com nuances de lima, carambola,notas florais e um toque de petróleo, tão característico dessa casta nobre. No paladar é intenso, fresco e com deliciosa acidez.

 

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados