Panqueca fofinha e vegana (e uma tacinha de rosé!)

Nas manhãs preguiçosas de domingo, e em especial no Dia das Mães, surge a oportunidade de resgatar uma tradição gostosa: café na cama. Por Victoria Romano

A receita e a foto da panqueca vegana são de Vicky Romano. A farinha de aveia e o leite de amêndoas dão conta da textura perfeita. Para beber, uma taça de espumante brut rosé: brunch perfeito

Desde criança, eu e minha mãe sempre curtimos as manhãs preguiçosas à mesa do café. No fim de semana, transformamos essa refeição – montada um pouco mais tarde do que nos dias “úteis” – em um brunch. O desjejum demorado que se confunde com o almoço é um dos nossos programas favoritos. Uma tradição. Por isso, já faz alguns anos que gosto de preparar um caprichado café da manhã para ela no Dia das Mães. E levo na cama. Acho que existem poucas coisas mais gostosas na vida do que ser acordada com o cheirinho de panquecas quentinhas recém-preparadas e a presença de pessoas que te amam, não é mesmo?

Para esta edição da revista do Clube Paladar, preparei uma receita reconfortante, muito fácil e deliciosa: panquecas ao estilo café da manhã americano. A massa, superfofinha, desmancha na boca. Elas ficam deliciosas com geleia, frutas, canela, creme e praticamente qualquer acompanhamento que sua imaginação permitir. Você vai precisar de poucos ingredientes – e o ovo não é um deles. Mas pode confiar em mim: não faz a menor falta. Como esta é uma receita vegana, utilizei melado de cana no lugar do mel e creme de coco para substituir o chantilly.

As panquecas podem ser servidas com uma xícara de café, de manhã cedinho, no café da manhã “regular”. Também ficam ótimas na sobremesa e no chá, no meio da tarde. Meu momento favorito, no entanto, é no brunch – ladeada por mimosa (drinque à base de Prosecco e suco de laranja) ou espumante.

Para harmonizar, eu pedi a ajuda da minha mãe, porque ela é sommelière e expert no assunto. Mas, convenhamos, eu pediria mesmo se ela não fosse, afinal de contas, mãe é mãe. A escolha recaiu sobre o espumante brut rosé, de toque cítrico e bem fresco, que contrasta com a doçura do prato.

***

RECEITA

Ingredientes
Massa

• 1 xícara de farinha de trigo

• 1 xícara de farinha de aveia

• 3 colheres de sopa de açúcar de coco ou outro de sua preferência

• 2 colheres de sopa de fermento

• 2 xícaras de leite de amêndoas

• 2 colheres de sopa de vinagre de maçã

• 1 colher de chá de essência de baunilha

• 1 pitada de sal

• 1 colher de sopa de óleo de coco Cobertura e decoração

• 1 xícara de mirtilos frescos

• 1 xícara de gojiberry

• Melado de cana a gosto

• Geléia de frutas vermelhas a gosto

• 1 colher de sopa de creme de leite de coco

Preparo

1. Em uma tigela, junte todos os ingredientes secos, acrescente o leite, a essência de baunilha e o vinagre e misture bem, até obter uma massa lisa e homogênea.

2. Unte uma frigideira antiaderente com óleo de coco e despeje uma concha da massa, mais ou menos, para formar cada panqueca.

3. Deixe cozinhar em fogo baixo até que a panqueca fique borbulhando por completo. Use uma espátula para virar e cozinhe o outro lado. Reserve.

4. Unte novamente a frigideira e repita o processo até que toda a massa seja usada. Essa quantidade de massa deve render aproximadamente seis ou sete porções.

5. Sirva com o mirtilo, melado de cana ou com seus acompanhamentos preferidos.

 

VICTORIA ROMANO é vegetariana há dez anos. Quando parou de comer carne, começou a se aventurar na cozinha e descobriu uma nova paixão: preparar pratos saudáveis, orgânicos, vegetarianos e veganos. Estudou cinema e moda, é empresária e tem uma marca de cosméticos cruelty free, a Hey Pretty (www.heypretty.com.br)

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados