Vinhos para a Grelha

O brasileiro adora fazer um churrasco em qualquer estação do ano. Mas é nos dias frios que melhor se aproveita a combinação de carnes grelhadas e vinhos

Não somente churrasco: o brasileiro gosta de uma comida substanciosa, como feijoada, rabada, torresmo com tutu de feijão, dobradinha, e não pensa duas vezes antes de fazer esses pratos só porque é verão. Com o churrasco é a mesma coisa. Porém, é no frio que a combinação de carnes e vinhos se torna mais agradável e mais aproveitável. A temperatura já pede uma comida um pouco mais substanciosa e os vinhos se apresentam menos alcoólicos, mais redondos e comportados.

Com a chegada de dias mais frios, o Clube Paladar foi a um restaurante que é uma referência em cortes grelhados em São Paulo, o Varanda Grill. Nosso sommelier Massimo Leoncini selecionou quatro vinhos para combinar com os quatro cortes escolhidos. Desses, três são autênticos representantes da enologia de Mendoza, na Argentina, a maior e mais famosa região vitiviníccola da Argentina.

“Escolhi esses vinhos porque em minha coluna dessa edição abordei algumas coisas interessantes que vêm surgindo na região de Mendoza, e uma delas é a notável adaptação da uva Cabernet Franc na sub-região mendocina de Lujan de Cuyo”, diz Massimo.

GALETO DESOSSADO TEMPERADO

“Para acompanhar o saboroso e crocante Galeto Desossado Temperado, escolhi um magnífico Cabernet Franc, um vinho aromático, finíssimo, com suas notas de especiarias e pimenta preta que combinaram perfeitamente com a tenra carne do galeto.”

Ingredientes

  • 1 unidade de galeto desossado
  • 250 ml de vinho branco
  • 100 ml de água
  • 2 dentes de alho
  • Sálvia fresca a gosto
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Tempere o galeto com os ingredientes acima e deixe marinando por 24 horas, dentro da geladeira. Em seguida, asse ou faça na grelha, como preferir, tomando cuidado para não deixar a carne ressecar.

Para harmonizar:

PULENTA ESTATE XI GRAN CABERNET FRANC 2013
PAÍS: Argentina
REGIÃO / SUB-REGIÃO: Mendoza / Luján de Cuyo
UVA: 100% Cabernet Franc
ÁLCOOL: 15%
PRODUTOR: Pulenta Estate
Um tinto elegante e rico, com aromas medianamente frutados e notas de eucalipto e especiarias. No paladar, é complexo, com frutas negras como mirtilo e geleia de figo. Tem taninos finos e muito polidos e acidez média. Carnes na brasa, massas com molho vermelho, lagarto recheado ao forno, queijos de massa firme e risotos variados são algumas das possibilidades de harmonização com este tinto aromático e exemplar.

 

BIFE ALTO DE CHORIZO

“Escolhi para acompanhar esse corte alto e macio um vinho opulento e frutado, o Humberto Canale Gran Reserva Cabernet Franc 2013, outra expressão pujante da adaptação dessa uva maravilhosa em Mendoza, por sua vez elaborado na sub-região de rio Negro, consideravelmente mais fria do que a média das sub-regiões mendocinas, onde a Cabernet Franc rende vinhos mais suculentos”, diz Massimo.

 Ingredientes
Peças de aproximadamente 350 g de bife de chorizo
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo
Com a churrasqueira em fogo médio, coloque a carne na grelha. Quando o sangue subir à superfície, é hora de virar. Quando o sangue surgir na superfície novamente, a carne estará no ponto (mal passada). Ou seja, você vai virar a carne somente uma vez. Importante: para que esse processo dê certo, a carne deve ter, em média, 3 cm de espessura.

Para harmonizar:

HUMBERTO CANALE GRAN RESERVA CABERNET FRANC 2013
PAÍS: Argentina
REGIÃO / SUB-REGIÃO: Mendoza / Rio Negro
UVA: 100% Cabernet Franc
ÁLCOOL: 14%
PRODUTOR: Humberto Canale
Um tinto vibrante, com aromas de cereja e amarena. No paladar, notas de baunilha, café e chocolate, taninos delicados, acidez ótima e final prolongado. Além do bife alto de chorizo, este vinho harmoniza com outros cortes altos de grelha, massas recheadas e gratinados, queijos e embutidos.

 

ASSADO DE TIRA

“Este corte de sabor deliciosamente marcante ficou muito bom com o Escorihuela Gascón Cabernet Franc, um tinto delicioso e de grande frescor, com discretas notas terrosas e florais e a tipicidade característica dessa uva. Nem tantos taninos, nem tanta fruta, um vinho equilibrado, suculento e para ser bebido jovem.”

Ingredientes
Peças de aproximadamente 250 g de costela de tira para assar (corte da costela traseira bovina), com aproximadamente 200 g cada
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo
Com a churrasqueira em fogo médio, coloque a carne na grelha. Quando o sangue subir à superfície, é hora de virar. Quando o sangue surgir na superfície novamente, a carne estará no ponto (mal passada). Ou seja, você vai virar a carne somente uma vez. Importante: para que esse processo dê certo, a carne deve ter, em média, entre 1,5 cm e 2 cm de espessura.

Para harmonizar: 

ESCORIHUELA GASCÓN CABERNET FRANC 2015
PAÍS: Argentina
REGIÃO: Mendoza
UVA: 100% Cabernet Franc
PRODUTOR: Bodegas Escorihuela Gascón
Um tinto de corpo médio, aromático como deve ser a Cabernet Franc, com notas de frutas vermelhas e especiarias. No paladar, é vibrante, jovem, com acidez e taninos médios. Além de combinar muito bem com o assado de tira, este vinho é um ótimo parceiro para uma costela no bafo, lasanha à bolognesa, baião de dois, queijos maduros e risoto de funghi, por exemplo.

COSTELA DE TAMBAQUI GRELHADA

“Aqui, nós deixamos a Argentina e rumamos para o Chile, mais precisamente para o vale de Casablanca, a apenas 30 km da costa do oceano Pacífico, onde a Errazuriz produz este delicioso branco que selecionei para acompanhar a Costela de Tambaqui Grelhada. O tambaqui é um pescado amazônico, gordo e de água doce, que suporta muito bem a grelha sem ressecar. Suas costelas são um corte bastante famoso, principalmente na região Norte do Brasil, onde esse peixe é abundante. A acidez vibrante deste Chardonnay combinou muito bem com a maciez e a gordura discretamente presente na costela do peixe.”

Costela de tambaqui

Rendimento: 1 pessoa

Ingredientes

4 unidades de costela de Tambaqui
50 ml de shoyu
1 banda de limão
Sal a gosto

Modo de preparo

Misture o sal e o limão e tempere as costelas. Coloque na grelha, tomando o cuidado para não deixar a costela do peixe muito próxima ao fogo. Quando der o ponto, retire da grelha e sirva.

Para harmonizar: 

ERRAZURIZ ESTATE SERIES CHARDONNAY RESERVA 2016
PAÍS: Argentina
REGIÃO: Vale de Casablanca
UVA: 100% Chardonnay
ÁLCOOL: 15,5%
PRODUTOR: Errazuriz
Um branco impecável, de tom amarelo-palha com aromas de frutas brancas frescas, como abacaxi e maracujá. No paladar, confirma-se seu caráter fresco e frutado, elegante e com acidez deliciosa. Um branco para todas as horas, para apreciar com ou sem comida. Vai bem com saladas de folhas verdes e de camarão, frutos do mar no vapor, bruschetta de brie, pescados brancos na grelha ou de forno e um suculento frango assado.

Você encontra esses vinhos no site do Clube Paladar

 

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre