Zorzal

Fundada pelos irmãos Michelini em 2008, a vinícola Zorzal é uma das novas vinícolas mais reconhecidas pela imprensa especializada na Argentina. Com apenas três anos de história, um de seus rótulos conquistou o prêmio de Melhor Malbec pelo Argentina Wines Awards 2010, o concurso mais importante para os vinhos argentinos.

Os vinhedos da Zorzal situam-se em uma diminuta sub-região mendocina denominada Gualtallary, localizada a apenas 30 quilômetros de distância da Cordilheira dos Andes, no Vale do Uco, em Mendoza. As vinhas encontram-se a 1.350 metros de altitude, aos pés do vulcão Tupungato. Isso significa que o amadurecimento dos frutos é mais lento, já que a altitude desacelera o desenvolvimento do açúcar. Não à toa, a localização é ideal para castas de ciclo médio ou curto, como a Malbec, a Merlot, a Pinot Noir e a Sauvignon Blanc.

Desde 2008, os irmãos Michelini lideram a produção de seus vinhos. Gualtallary é uma região de solos pedregosos e ricos em calcário. A combinação da altitude dos vinhedos com o clima ameno e pouca chuva rende vinhos “firmes”, bem estruturados, com ótima acidez e perceptível mineralidade. Neal Martin, da revista norte-americana Robert Parker’s Wine Advocate, classificou os irmãos Michellini como “os mais intrigantes de toda a América do Sul”. O maior cuidado dos irmãos é fazer com que seus vinhos expressem o terroir local. Na vinícola, tecnologia moderna e métodos tradicionais, desde a fermentação até o amadurecimento do vinho.

Os irmãos Michelini possuem uma visão muito particular sobre o processo de vinificação e os vinhos naturais são o ponto alto da vinícola. Seu estilo de vinificação os coloca, nesse momento, em razoável evidência. Em termos de legislação, é difícil definir exatamente o que é um vinho natural, tendo em vista que a Associação Francesa de Vinhos Naturais (AVN), a maior organização que discute o assunto do mundo, não delimita exigências específicas. Mesmo assim, podemos definir que vinho natural é aquele cuja produção envolve a menor interferência do ser humano possível. Outro aspecto importante para os enólogos da Zorzal é a utilização de ovos de concreto para envelhecimento dos seus vinhos. Este tipo de envelhecimento consiste no armazenamento dos vinhos em estruturas de concreto com formato oval, em vez de barricas de madeira. A utilização dos ovos de concreto permite constante movimentação do vinho durante a fermentação e/ou envelhecimento, amaciando e suavizando os seus taninos e oxigenando a bebida. Como consequência, temos um vinho com um excelente caráter tanto da fruta quanto do terroir.

Considerado pelo mercado internacional do vinho como um dos melhores enólogos do Novo Mundo, Matias iniciou a carreira limpando tanques de fermentação em uma bodega argentina, aos 17 anos. Em seguida, foi estudar no Colégio Don Bosco, na Argentina, uma das mais importantes escolas de enologia de Mendoza. Sua carreira é longa e inclui passagens em grandes vinícolas da Argentina, como Doña Paula e Luigi Bosca. Além disso, o enólogo atua como consultor da Finca Sophenia, da Bodegas del Tupún e da Bodega Familia Reina.

Em 2002, o atual assessor enológico conheceu Roberto Luka, principal acionista de um novo projeto em Gualtallary, a vinícola Finca Sophenia. Encantado com o paraíso em que a vinícola se localiza, Matías e a família se mudaram para a região, onde trabalharam por muitos anos antes de montar a vinícola Zorzal.

Juan Pablo, também graduado como enólogo no Colégio Don Bosco, iniciou a sua carreira no mundo do vinho ao trabalhar na bodega St. Francis Winery em Sonoma, na Califórnia. Posteriormente, adquiriu experiência com vinhos de alta qualidade na bodega argentina Doña Paula e em Pomerol, na célebre região francesa. Durante os dois anos que passou em Cafayate, a região vitivinícola mais alta do país, a aproximadamente 1.683 metros acima do nível do mar, o enólogo estudou as mais diversas técnicas para a produção de vinhos de altitude para, mais tarde, aplicá-las na Zorzal.

Os vinhos da Zorzal estão disponíveis no site do Clube paladar.

 

 

Receba mais conteúdo por e-mail

Veja mais sobre

Posts relacionados